Paróquia » História

A Paróquia do Senhor da Vera Cruz do Candal é uma paróquia criada, a título experimental, a 13 de Abril de 1965, pelo então Administrador Apostólico da Diocese do Porto, D. Florentino, onde podemos ler:

« Atendendo às condições sociológicas e às necessidades pastorais que se verificam na zona do Candal, Vila Nova de Gaia, e com vista à formação futura de uma nova paróquia, havemos por bem conceder ao Rev.º Padre Joaquim de Oliveira Alves Correia, ali Capelão, jurisdição quase paroquial sobre as famílias e fiéis, residentes no território assim provisoriamente delimitado:

A norte, limite actual de Santa Marinha de Gaia com Afurada, linha imaginária desde o entroncamento da Travessa de Guimbra com a Rua Camilo Castelo Branco até ao ponto de encontro das Ruas do Agro, Entre-Quintas, São Marcos e Oliveira Barros;

A nascente, Rua do Agro, Rua Rei Ramiro, Rua do Marco e seu prolongamento imaginário até à Rua Rei Ramiro, Rua da Ramada

Alta até à Rua Vistosa, esta mesma Rua e, desde o seu termo sul, linha imaginária até ao entroncamento da Rua Amorim da Costa com a Rua José Falcão;

A sul, Rua Amorim da Costa, lado nascente do Cemitério, linha imaginária desde o ângulo sudeste do Cemitério até ao ângulo nordeste do Campo de futebol, lado norte do mesmo Campo e seu prolongamento imaginário, cruzando a Rua Machado dos Santos, até ao limite actual de Santa Marinha com Canidelo;

A poente, limite actual de Santa Marinha com Canidelo e Afurada.

Estes limites poderão ser alterados antes da criação da Paróquia, se razões pastorais o persuadirem.

Deverá o Rev.º Sacerdote agora jurisdicionado munir-se dos competentes livros de registo na forma do Direito e prover a Capela de fonte baptismal.

Aos fiéis residentes na área acima descrita é deixada, por enquanto, a liberdade de optarem entre a referida Capela e ti Igreja de Santa Marinha para, o serviço religioso de estrito direito paroquial. Mas esperamos que a nova comunidade rapidamente se forme e fortaleça e, ao mesmo tempo, assegure, como lhe compete, a côngrua sustentação do seu Sacerdote.

Este Nosso Despacho entra em vigor no próximo dia 18, Domingo da Ressurreição do Senhor.

Porto, 13 de Abril de 1965.

D. Florentino, Adm. Apost. »

Como vemos, à data a «zona do Candal» era apoiada pelo Rev.º Padre Joaquim de Oliveira Alves Correia.

Newsletter

Receba as novidades da Paróquia do Candal no sua caixa de correio. Indique o seu email aqui:

Partilha

todas as partilhas »